antropologia

É tempo de planejar com os pés na realidade

O ano começou e é tempo de planejar.

Mas é preciso planejar com os pés no chão, na realidade, no húmus, portanto, com humildade, enfrentando a verdade de nossa empresa e de nossa vida. De nada adianta fazermos planos e projetos mirabolantes, fora da realidade, fora do contexto e das possibilidades de execução. É hora de planejar com foco na realidade, nas reais perspectivas e com muita simplicidade.

É sempre bom lembrar que um planejamento, plano, projeto ou programa não pode ter um fim em si mesmos. Deve ser um meio para economizarmos tempo e acelerarmos a execução. Por isso deve ser simples e muito eficaz, isto é com vistas em resultados práticos.

E é tempo de planejar tanto na empresa como na nossa vida pessoal.

Um bom e simples planejamento pessoal e empresarial pode ser feito se você começar respondendo as três perguntas mágicas que sempre proponho.

Para a empresa ou negócio:

1. O que fazemos de excelente e devemos continuar fazendo?

2. O que fazemos de ruim e devemos deixar de fazer?

3. O que não fazemos e devemos começar a fazer?

E para nossa vida pessoal:

1. O que faço de excelente e devo continuar fazendo?

2. O que faço de ruim e devo deixar de fazer?

3. O que não faço e deveria fazer?

Com esse simples exercício inicial você poderá ter um guia para enfrentar a realidade concreta de sua empresa e de sua vida e começar um planejamento simples e eficaz.

  

E não se esqueça: planeje apenas o essencial - aquelas ações que farão a diferença e deixe de lado coisas acidentais.

Lembre-se que sem um plano, por mais simples que seja, você perderá tempo e energia na consecução de seus objetivos e metas. Sem um plano você andará sem rumo e não chegará ao sucesso que merece.

Pense nisso. Sucesso!