eventos lide
fórum

Com cerca de 300 convidados, evento, promovido pelo LIDE, discutiu estratégias para as empresas e agências ganharem valor junto aos clientes e consumidores por meio da humanização nas ações 

Marcos Quintela, presidente do LIDE Comunicação, durante o Fórum

No último fim de semana, o LIDE – Grupo de Líderes Empresariais – promoveu o 10º Fórum de Marketing Empresarial, no Hotel Sofitel Jequitimar, em Guarujá (SP). Com a presença de mais de 300 convidados, entre presidentes e líderes de marketing de grandes empresas do país, além de CEOs de agências, o evento, sob a curadoria de Marcos Quintela, CEO do VMLY&R Group no Brasil e presidente do LIDE Comunicação; Armando Ferrentini, presidente da Editora Referência; e Adonis Alonso, jornalista e presidente da Criatix Comunicação, debateu a importância do valor humano nas marcas.  

O primeiro painel “O Futuro da TV: Seja o Primeiro a Saber”, teve como debatedores Américo Martins, vice-presidente de Conteúdo da CNN Brasil, José Roberto Maciel, CEO do SBT, e William Waack, jornalista da CNN Brasil.  

Américo Martins destacou que a empresa trabalha com quatro pilares estratégicos para a definição de atuação jornalística: inovação, credibilidade, relevância e audiência.  “A inovação é um dos pontos principais para atrair e reter audiência. A empresa explora as alternativas de plataformas de entrega, definindo o que deve ser direcionado como conteúdo exclusivo para TV, mobile e web”, reforçou.  

Já José Roberto Maciel afirmou que a audiência na TV aberta cresce em quantidade e tempo médio ao longo dos anos. “Mesmo com a penetração do uso de mobile e outras plataformas de veiculação de conteúdo, de acordo com dados da Kantar, o tempo de uso de TV aberta no Brasil é de 5 minutos e 13 segundos por dia. Isso nos faz entender que a TV manterá sua relevância para as novas gerações conectadas e multitelas”, pontuou.  

Sobre fake news, William Waack afirmou que são decorrentes da falta de padrão na construção das notícias, o que leva a população à dúvida quanto à veracidade das informações.  

A Humanização chegou ao Marketing  

No segundo painel “A maior inovação do marketing é ser humano”, participaram como debatedores Hugo Rodrigues, CEO e Chairman da WMcCann; 

Marcelo Bicudo, CEO da Superunion Brand Consultancy; e Moritz Wolff, Regional Managing Diretor Media Latin America da Dunnhumby. 

A humanização chegou ao marketing. Esta foi a conclusão dos executivos. Há um consenso de que a sociedade demanda que o discurso seja verdadeiro e reflita a real intenção da empresa, produtos e marcas, além da necessidade de segmentar e medir os impactos e resultados de cada ação para poder garantir o melhor retorno do investimento em estratégias de marketing. 

Rodrigues levantou a questão sobre o uso dos dados pelas empresas. “Há inúmeras formas de coletar informações e analisar padrões e interesses. Isso pode fazer com que as pessoas sejam dirigidas para clusters e acabem ficando segmentadas e à parte de novas alternativas de experiências com produtos e serviços”, disse.  

Marcelo Bicudo destacou como a experiência de consumo e de relacionamento com as marcas se mantém relevantes dentro das empresas. “Há muitos cases de companhias que hoje conseguem alinhar o ecossistema de canais e promover seus propósitos de forma humana e com impacto”, reforçou.

  

Já Moritz Wolff entende que os dados têm valor quando há controle sobre sua origem. “O uso de mobile é fundamental para a coleta e personalização. Consumidores seguem valores e crenças que podem ser identificados a partir de padrões de hábitos que ficam registrados em experiências on e off-line”. 

LIDE TALKS 

Mônica Salgado debateu sobre o tema "Haters: Amá-los ou Odiá-los?" com os participantes

Pelo segundo ano consecutivo, o Fórum contou com o LIDE Talks. Apresentado no sábado (24), o formato trouxe seis encontros intimistas, interativos e descontraídos, abordando assuntos atuais. Marcos Quintela ficou à frente do painel sobre “Vulnerabilidade: o que executivos de sucesso podem aprender com seus insucessos”, e explicou que descobrir suas vulnerabilidades o ajudou a transformar estruturas e a obter resultados positivos. 

No Talk sobre “Branding: Como o marketing transforma genéricos em marca própria” Augusto Cruz Neto, diretor de marketing do Grupo Cimed, dialogou com o público sobre como a empresa fabricante de medicamentos genéricos mudou sua estratégia de comunicação com o mercado, fugindo dos padrões tradicionais de relacionamento via rede médica, investindo nas farmácias, no contato direto com os consumidores. Desta forma, segundo ele, estabeleceu-se uma relação direta de confiança mútua com o mercado. 

Marcos Braga, diretor da Pullse, que esteve à frente do Talk “Imersão ou Detox? Always on pode ser bom para as marcas, mas não para a gente”, enfatizou a necessidade de otimizar o uso de estruturas e reduzir custos de produção. Hoje, de acordo com ele, “as agências devem pensar de forma ampla, dentro do conceito de economia colaborativa, para atender novas demandas das empresas e marcas, oferecendo estruturas e opções de serviços alinhadas à realidade de orçamento restrito”.  

Aconteceram ainda os Talks “Furando a Bolha: Por Que Sua Empresa Tem Que Furar Também”, com Jefferson Martins, diretor de relações públicas da Y&R; Marcia Esteves, CEO da Grey Brasil, e Silvana Torres, presidente da Mark Up; “Haters: Amá-los ou Odiá-los?”, com Mônica Salgado; e “Help! Onde Foi Parar o Meu Consumidor?, com Camila Costa, CEO da ID\TBWA; Fernando Taralli, presidente da VML Brasil, e Leandro Esposito, country manager do Waze.  

Prêmio LIDE Marketing Empresarial  

Vencedores do Prêmio LIDE de Marketing Empresarial

O Fórum ainda realizou a entrega do PRÊMIO LIDE MARKETING EMPRESARIAL, que reconhece as principais empresas e profissionais que contribuíram para o setor, com trabalhos de relevância para a área, no Brasil e no mundo, em 11 categorias. O homenageado da noite foi José Roberto Maciel, CEO do SBT. 

 

Na categoria Marketing do Bem, os vencedores foram Canon e Faber-Castell. Em Marketing de Conteúdo, Formata Produções, Getty Images, e Webedia. Em Marketing Esportivo, Bridgestone, Mastercard e Red Bull. Em Marketing de Inovação, o reconhecimento foi para Bauducco, Président e Red Bull. Em Marketing Institucional, Bradesco, Jeep e XP Investimentos. Em Marketing de Produto, Lojas Marisa, Audi e Seara. Em Marketing Promocional, Caoa Chery, Estrella Galicia e Orloff. Em Marketing de Varejo Casas Bahia, Carrefour e Petz. Na categoria Empresa de Marketing do Ano, Cielo. Por fim, na categoria Dirigente de Marketing do Ano, a homenageada foi Sandra Martinelli, presidente executiva da ABA. Os ganhadores da categoria Ícones da Propaganda foram Erh Ray, CEO da BETC Havas; Marcia Esteves, CEO da Grey Brasil; e Luiz Sanches, CCO e chairman da AlmapBBDO. 

Joaquim Andrade - PROS: Criando People Relations 

PublicidadeRodapéSP.jpg