antropologia

O desafio de selecionar

Muitas pessoas, inclusive empresários e empreendedores têm me relatado um sentimento de perda de propósito na vida, de um vazio existencial, de uma ausência de energia e um desejo de abandonar a luta.

Ao conversar com essas pessoas, vejo que elas têm se exposto de forma demasiada e indisciplinada à leitura de assuntos irrelevantes, fofocas, fake news, e opiniões de pessoas sem nenhuma formação que estão presentes às centenas nas redes sociais e mesmo nas mídias tradicionais.

Vejo que essas pessoas passam horas rolando suas telas, assistindo filmes sem conteúdo algum para a sua formação ou desenvolvimento, assistindo telejornais e lendo notícias devastadoras que só podem dar desesperança às suas vítimas.

Expostas a um turbilhão de asneiras, palpites, falsas receitas de sucesso que querem dizer como viver, o que comer, o que vestir, onde ir ou deixar de ir, essas pessoas perderam o auto domínio, não se comandam mais, são verdadeiros robôs que deixaram de pensar por si próprias, de ter um objetivo e propósito na vida, a não ser rolar a tela de seus smartphones e tablets e ficar grudadas numa tela de televisão.

É preciso selecionar o que lemos e o que assistimos, o que fazemos e mesmo as nossas amizades.

Existem na internet bons sites, bons filmes, documentários sérios, enfim boas fontes de informação e de formação. Com centenas de canais fechados e provedores de filmes e séries via streaming, a própria televisão pode nos oferecer conteúdo de valor.

É preciso saber escolher, selecionar e acessar o que vale a pena.

É preciso lembrar que cada um de nós é responsável pelo que joga dentro de sua mente. Se jogarmos lixo, é claro que só teremos lixo.

 

Num mundo de muitas opções cabe a cada um de nós fazer um esforço de parar e pensar no que estamos lendo, assistindo, acessando, consumindo, com quem estamos nos relacionando e onde estamos indo. Do contrário só nos restará a angústia, o desconsolo, a preguiça, a descrença, a desesperança.

Pense em suas escolhas e veja se você não está se deixando contaminar por escolhas erradas.

Pense nisso. Sucesso!