notícias
covid-19

São Paulo, 08 de Dezembro de 2021

SP bate recorde de aplicação de doses adicionais com 1,1 milhão de vacinas contra Covid

Só nesta semana, mais de 500 mil pessoas receberam reforço; ainda há 3,4 milhões de pessoas que ainda não tomaram segunda dose

51733711098_3597f81139_c.jpg

Governador de São Paulo,  João Doria, durante o anúncio

O Governador João Doria anunciou nesta quarta-feira (8) que 1,1 milhão de pessoas tomaram a dose adicional em São Paulo desde o dia 1º de dezembro. O número representa quase 20% do total de doses adicionais aplicadas desde quando a estratégia começou em setembro.

“São Paulo é o estado que mais vacina no país. Já são quase 6 milhões de pessoas que receberam a dose adicional. É fundamental que todos tomem a dose de reforço para garantir uma maior imunização. Ao avançar na vacinação, estamos protegendo a população”, destacou Doria.

Nos últimos dias, o estado registrou mais de meio milhão de aplicações de doses adicionais. Na última terça (7) foram 258 mil doses aplicadas, além de outras 291 mil doses na segunda (6) nos 645 municípios.

Na última semana, São Paulo anunciou a redução de cinco para quatro meses no intervalo de administração do reforço, mediante recomendação do Comitê Científico do Coronavírus do Estado de São Paulo, diante do atual cenário epidemiológico da doença no mundo e a proximidade das festividades de final de ano.

“Reduzimos o intervalo de aplicação das doses baseados na recomendação do Comitê Científico e de estudos publicados em uma das maiores revistas científicas do mundo”, destaca a coordenadora do Plano Estadual de Imunização (PEI), Regiane de Paula.

Jovens são maioria entre faltosos

O Estado de São Paulo está convocando 3,4 milhões de pessoas que ainda não tomaram a segunda dose da vacina de Covid-19 para que busquem os postos para se imunizar e, assim, concluir o esquema vacinal antes do Natal e Ano Novo.

O balanço contabiliza 806,7 mil pessoas que ainda precisam completar o esquema vacinal com o imunizante do Butantan/Coronavac, outras 845,3 mil da Fiocruz/AstraZeneca/Oxford e 1,7 milhões da Pfizer/BioNTech.

Entre as faixas etárias, os jovens são a maioria entre os que precisam se vacinar com a segunda dose. São 1,1 milhão de pessoas entre 12 e 19 anos e 926 mil entre 20 e 29 anos que ainda não completaram o esquema vacinal. Entre os 30 e 39 anos são 600 mil, já entre 40 e 49 anos são 376 mil e entre 50 e 59 anos são 236 mil pessoas. Os idosos acima de 60 anos são a menor parcela dos que precisam se imunizar com 176 mil pessoas.

Para completar o esquema vacinal contra Covid-19, são necessárias duas doses para a vacina do Butantan (intervalo de 28 dias), da Fiocruz (8 semanas) e Pfizer (21 dias). Caso o prazo seja ultrapassado, é fundamental que o cidadão procure um posto assim que possível para orientações e para completar a imunização. O esquema vacinal da Janssen prevê apenas uma dose.

Secretaria Especial de Comunicação