feiras
São Paulo Boat Show

Com barcos de até R$ 3,4 milhões, São Paulo Boat Show foi realizada na Raia da USP

Ainda em tempos de pandemia, entre os dias 19 e 24 de novembro, foi realizada a maior feira náutica da América Latina,

seguindo todos os protocolos de saúde e segurança

Em formato inédito, realizado pela primeira vez na Raia Olímpica da USP, o  São Paulo Boat Show 2020 trouxe para as águas da universidade mais de 70 diferentes embarcações. Para isso, a feira contou com a parceria e presença de diversos estaleiros de todo o Brasil, entre eles Schaefer Yachts, Sea-Doo, Intermarine, Sedna Yachts, Ventura Marine, Real Powerboats, Triton Yachts, NHD Boats, NX Boats, FS Yachts, Mestra, Coral, Solara, Millenium, Rossini, Inace, Murano Yachts, Torpedo, Mastermarine, Masterboat e Mastercraft.

A feira ainda incluiu na sua programação, ações solidárias, uma delas em parceria com a CUFA (Central Única das Favelas), e a demonstração, o incentivo e a possibilidade de praticar esportes aquáticos no próprio canal da universidade. Entre os destaques estão SUP (Stand Up Paddle), remo, canoa, vela, pedalinho e caiaque.

Os visitantes também puderam acompanhar a construção de dois barcos em tempo real.

Em um verdadeiro show náutico, o SPBS recebeu inúmeros tipos de embarcações, com tamanhos que variam entre 12 e 50 pés, e valores que vão de R$ 45 mil a R$ 3,4 milhões. Vindos de regiões como o interior de São Paulo, Paraná, Minas Gerais, Espírito Santo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, os barcos estão sendo transportados e chegando a São Paulo por diversas estradas brasileiras.

Já para aqueles que buscam ou desejam conhecer os exemplares intermediários, os indicados são os barcos de 33 a 40 pés, cujas opções são das mais diversas. Neste quesito estão inclusas cinco embarcações que servem para pesca e passeio, que podem custar de R$ 300 a R$ 900 mil. 

Além dos modelos para venda, os seis dias de evento contaram com uma exposição especial de barcos clássicos, a "Tesouros Náuticos", que trouxe mais de 15 embarcações preservadas no tempo. E mais do que isso, o público presente conheceu a lancha projetada pelo ícone Ayrton Senna e um dos primeiros barcos adquiridos por Pelé.

Os organizadores veem sinergia nessa associação, uma vez que o Grupo Náutica é o idealizador do projeto “Por Uma Cidade Navegável”, que tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância da despoluição e os benefícios de recuperar rios urbanos.

 

A Raia Olímpica da USP fica em frente ao Rio Pinheiros, cuja despoluição está prometida para o final de 2022. Em 2019, o Boat Show São Paulo movimentou R$ 220 milhões em negócios, resultado que inclui a comercialização de 250 embarcações.